O erro que pode custar caro

O Fluminense mostrou ontem, no jogo contra a Portuguesa no Maracanã, porque enche o torcedor de esperança e, em curto espaço de tempo, o deixa irritadíssimo.Incrível como o time tem o dom de ser bipolar dentro de um jogo de futebol.Jogar um grande futebol,pressionando o adversário e ao fim levar um sufoco desnecessário.Antes de a bola começar a rolar, o Fluminense já estava com uma boa vantagem porque ganhou de 1 a 0 no Canindé e poderia até mesmo empatar.O torcedor não ficou, necessariamente, revoltado com o resultado mas com o que ocorreu no jogo.

Quando a partida começou, o Fluminense tomou a iniciativa, como é de hábito.Em falha do goleiro da Portuguesa, a bola sobrou livre para o atacante Fred marcar o primeiro.Pouco depois, Alan fez jogada individual e foi derrubado.Fred bateu no alto, inapelável para o goleiro.Alan não pode ficar em campo e deu lugar a Wellington Silva.O Fluminense não deixava a Portuguesa respirar e fez o terceiro.Em contra-ataque, Júlio Cesar errou no cálculo, a bola passou por Fred mas encontrou Mariano na direita.Fred, vendo que na pequena área seria difícil concluir, recuou para ficar livre da marcação, receber passe de Mariano e marcar mais um.Tinham 21 minutos de jogo até o momento.O time jogava muito melhor, não corria riscos e não forçava muito.Só trabalhava a bola, invertendo jogadas e encontrando companheiros em melhor posição até chegar ao gol.O time passou a tocar demais a bola e assim terminou o primeiro tempo.

No segundo tempo, a equipe voltou com um ímpeto parecido com o início do primeiro.Tentou buscar o quarto gol mas esbarrava no preciosismo e não conseguiu marcar.Wellington Silva estava disposto mas se somente ele estava, não adiantava.O time começou a tocar muito a bola para a defesa e chamou a Portuguesa.A preguiça na marcação também chamava a atenção.Abdicou de tocar a bola e tentar mais gols para presentear a torcida mas toda ação tem uma reação.E teve.A Portuguesa de tanto insistir, fez os gols e o Flu de tanto “convidar” o adversário, deixou fazer.Primeiro com Luis Ricardo e depois com Paulo Sérgio cobrando falta.A torcida começou a cantar mas vendo que continuava no mesmo, vaiou.Merecido.

O time perdeu para ele mesmo.Perdeu?! Como assim? A equipe ganhou lá em São Paulo, ganhou aqui no Rio e está classificado para enfrentar o Grêmio nas quartas de finais da Copa do Brasil.Qual poderia ter sido o erro que custaria caro? Foi deixado para último este episódio.Com o jogo decidido e o time sem jogar, resta marcar.O time do Fluminense preferiu marcar e se desgastar mais.É evidente que correr atrás do adversário e não deixá-lo fazer os gols, desgasta mais do que tocar a bola e fazer mais gols com tranquilidade(como estava sendo no primeiro tempo da partida).O Santos é o time no Brasil que mais sabe fazer isto.Conclusão: este foi o erro, optar por marcar. Consequência: Conca(cérebro do time) expulso e fora do jogo de ida no Maracanã contra o Grêmio.

Afinal, o Fluminense ganhou ou perdeu no fim de tudo ? COMENTEM!

Anúncios

Um comentário sobre “O erro que pode custar caro

  1. Vai ser difícil pro fluzão, ainda mais sem o Conca no jogo de ida, que é o jogo que o fluminense tem que montar um bom resultado pra conseguir segurar no Olímpico.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s