São Paulo x Internacional

A partida entre as duas equipes hoje é mais que uma decisão de quem vai para semifinal. É quase um acerto de contas para o São Paulo e uma lembrança mágica para o Internacional, que espera repetir o final dessa história toda. Tudo se refere à final da Libertadores de 2006, quando o Inter de Porto Alegre bateu o time paulista e ficou com o título continental. Os são-paulinos querem outro final e os gaúchos reviver mais uma final de Libertadores. O vencedor ainda ganha um ‘presente’: uma vaga garantida no Mundial Interclubes em Dubai em dezembro deste ano. Como o Chivas foi à final e os mexicanos não podem disputar o Mundial pela Libertadores e somente pelo torneio organizado pela CONCACAF, a vaga ficará com um dos brasileiros.

A trajetória dos times são muito diferentes e por fim se coincidem. O São Paulo começou bem a competição e depois caiu de produção. Com a chegada de Fernandão(ídolo do rival desta noite) cresceu de produção, encaixando perfeitamente o time. O Inter começou muito irregular e cresceu na competição. Fez uma boa partida contra o Estudiantes(atual campeão) no Beira-Rio e se perdeu na Argentina. No fim do jogo, mesmo não sendo melhor ‘achou’ um gol e a classificação. Oscilando muito(e ai está o ponto de igualdade das duas equipes), chegaram às semifinais.

Quando imaginava-se um leve favoritismo do São Paulo por ter encontrado seu futebol, algo começou a desandar. A parada da Copa do Mundo não foi bom para o time do Morumbi. Em situação oposta, o Internacional trouxe reforços e trocou de treinador. O futebol começou a aparecer e, esse período sem jogos por causa da Copa do Mundo, foi muito bom. E no jogo de ida se confirmou que um foi “benefiado” e outro “prejudicado” pela paralisação. Só a equipe gaúcha jogou e não deu chances aos são-paulinos. Mas o placar foi pequeno, tamanha superioridade: 1 a 0.

Neste segundo jogo, o São Paulo promete ser ‘outro’ time. Mais ofensivo, organizado e mais aguerrido. Ricardo Oliveira é a esperança de gols pelo Tricolor. No Inter, os remanescentes do título de 2006, Rafael Sóbis, Índio, Bolívar, Tinga e Renan serão os guerreiros que lutarão pela vaga na final. A partida pode significar a repetição do sonho para os colorados e a vingança para os são-paulinos. E neste último caso, os torcedores terão experimentado todos os sentimentos possíveis. Uns de alegria em 2006 e de tristeza em 2010, outros de tristeza em 2006 e de alegria em 2010. Agora as palavras saem de cena e os jogadores entram para escrever a história deste São Paulo x Internacional pela Libertadores 2010.

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s