#ForçaChape

15241190_1503083466387401_7400566272436966969_n

Um dia de luto para o futebol. Nesse momento não há muito o que escrever, apenas rezar para o conforto dos corações dos familiares das vítimas.

img-20161129-wa0003

 

Anúncios

O adeus a Ronaldo Fenômeno

“É agora Ronaldinho, é agora Ronaldinho, é agora Ronaldinho, gooooool!” Assim diria Galvão Bueno, eternizando o fenômeno. E é agora Ronaldinho, agora é a hora de parar. Talvez já tivesse passado do ponto de parar mas isso não vem ao caso, o fato é: ele parou. E o mundo também, ao vê-lo se despedir. É com tristeza que um dos maiores jogadores da história do futebol e o melhor jogador brasileiro pós-Romário, se aposenta e abandona os gramados.

É agora Ronaldinho, é agora Ronaldinho. É agora que todos param para pensar o quanto você foi, o quanto você representou, o quão fenômeno foi. É agora onde todos deixam os questionamentos de lado e exaltam uma das mais belas histórias de jogadores já vistas no futebol. Chegou a hora que cada um dos que te criticaram, repensam as atitudes e palavras que se dirigiram a você. Cada um, em silêncio, lhe pede desculpas por isso. Na verdade, pedem desculpas mas não tem como se desculpar e se curvam aos seus feitos, não tem jeito. Nada apaga o que você fez e que fez com que eles(jornalistas e criticos) fizessem um dia: vibraram, escreveram ou publicaram sobre suas épicas recuperações e vitórias.

Hoje todos temos a mesma opinião, absolutamente todos. Hoje parece um dia triste e é. Mas também é o dia da glória, Ronaldo. Você está em todos os jornais. Só os feitos positivos são lembrados. É o dia da consagração total. Passou dos gramados para os vídeos, páginas. Para a história. Uma pena não estar bem fisicamente. Não precisaria estar muito bem mas só de não estar tão mal, já faria muito espetáculo no Brasil ainda. É o talento, e você tem.

Gols, dribles, arrancadas…Isso você já fazia mas se tornou ainda mais mágico depois da sua volta por cima. Claro que seu talento sempre foi muito admirado mas nada foi tão admirado como sua superação, Fenômeno. Tão importante que o destaque é como se fosse um título de campeonato, olhe só. Maior artilheiro da história das Copas, duas Copas do Mundo conquistadas, três vezes melhor do mundo, várias operações e várias voltas por cima sucessivas às operações.

Este foi você, Ronaldo. Olha essa carreira linda. Isso sem se contar Liga dos Campeões e outros “campeonatinhos” por ai. Só foi citado, então, grandes conquistas, do tamanho(sem referências) do que você representa. Muito obrigado pelas alegrias que você nos deu. Tenha certeza que todos compartilharam suas dores também. E sua despedida é mais uma dessas.

É agora Ronaldinho, é agora Ronaldinho. É agora que você vai se dar conta da dimensão do que você realmente foi. E é bastante merecido.

D10S Maradona

Prosseguimos na semana em que os supercraques fazem aniversário. Pelé no sábado, Garrincha faria na quinta-feira e hoje é dia de outro gênio, este argentino. Trata-se de Diego Armando Maradona, o Deus de toda nação argentina, diante da sua idolatria fora do comum ao país. O ex-jogador e agora treinador, completa hoje 50 anos mas como disse ele, o pior dos aniversários e sem muita comemoração. A afirmação se dá porque Maradona não continuou como treinador da seleção albiceleste após a perda da Copa do Mundo, o presente que ele mais queria.

Não se pode cometer o engano de comparar Maradona com Pelé ou vice-versa. Carreiras e épocas distintas, e estilos diferentes. Pelé é único para os brasileiros. Idem o Maradona para os argentinos. Na verdade, no segundo caso, com mais ênfase e idolatria, já que a torcida argentina se expressa mais. Está certo que Dieguito perdeu um pouco o prestígio pela Copa do Mundo que comandou em 2010 mas os albicelestes souberam separar bem as coisas.

Sem entrar no mérito ou demérito de sua vida particular, Maradona encantava com seu futebol extremamente técnico e raçudo. Defendia sua equipe com muita gana e vontade de vencer, sempre. Passou por clubes importantes como Boca Juniors e Barcelona, mas a maior contribuição foi pelo Napoli, além é claro, de sua seleção. Pelo seleção, fez um dos gols mais bonitos das histórias das Copas. E um dos mais polêmicos também. Ambos contra a Inglaterra. Maradona é considerado, por muitos, como o segundo melhor jogador da história, atrás de Pelé. Há quem ache que foi até melhor. Uma coisa tem que ser dita: o futebol dele teria sido muito mais valorizado se não tivesse tantos escândalos como teve fora e dentro de campo. Sem essas manchas, seu futebol seria visto com outros olhos, talvez.  Seria um futebol para inglês ver.

O Newsfut! lhe deseja um feliz aniversário, respeitando toda rivalidade e tendo um de seus escritores como um dos maiores admiradores de seu futebol.

Inter de Milão Campeão da Liga dos Campeões

A Inter de Milão seguiu a linha que vinha adotando na Liga dos Campeões. Se fechar bem e apostar no trio Eto’o-Sneijder-Milito. E deu resultado. Levou a taça da competição européia depois de 45 anos. De quebra, fechou a belíssima campanha com chave de ouro, conquistando a tríplice coroa, uma vez que ganhou também a Copa da Itália e o Campeonato Italiano.

Para sagrar-se campeã européia, a equipe italiana teve que vencer grandes favoritos ao título da Liga. Na primeira fase teve que enfrentar duas vezes o poderoso Barcelona. Em uma delas empatou em casa e perdeu fora mesmo com o adversário jogando sem dois de seus principais jogadores: Messi e Ibrahimovic. Passou no sufoco para a próxima fase no último jogo da primeira fase. Logo nas oitavas encarou o Chelsea e ganhou em casa mas sofrendo um gol. Sendo assim, a derrota pelo placar mínimo daria a vaga aos ingleses. Mas a Inter ainda ganhou lá na Inglaterra e se garantiu nas quartas. Depois veio o CSKA e passou sem problemas. Vieram outros 2 jogos contra o Barça e esta final, jogos que escreverão o próximo parágrafo.

Para tais desafios, a Inter apostou em uma mistura de marcação forte e leveza nos contra-ataques. No primeiro jogo contra o Barcelona na semifinal, o time esperou o momento certo e fez seus gols exatamente na rapidez e entrosamento dos destaques do time. Já na segunda partida, se segurou ao máximo na defesa contra o time que não mede esforço para fazer gols. E só tomou um, o que lhe garantiu na decisão.No jogo de hoje, a Internazionale misturou isso que tinha feito contra o Barça nos dois jogos, em um jogo só. O Bayern teve média de 65% de posse de bola. Mas parou diante da defesa e do ataque da equipe de Milão, eficiente nos dois setores. E nos contra-ataques matou o jogo em 2 a 0 com dois gols do argentino Milito, sendo o segundo um golaço após excelente jogada individual.

Parabéns à Inter de Milão, campeã da Liga dos Campeões da Europa.

Final da Liga dos Campeões: Bayern x Inter de Milão

As equipes entram em campo neste sábado para encerrar a temporada da melhor maneira possível: conquistando todos os títulos disputados. Somente um deles sairá com a tríplice coroa (Liga dos Campeões, Liga nacional e a Copa nacional) e entrará para o hall das equipes que alcançaram tal feito.

O Bayern de Munique, comandada por Louis Van Gaal, chega nesta decisão apoiado na fase esplendorosa do holandês Robben que garantiu com gols classificações que pareciam improváveis. Outro astro da equipe bávara, Ribéry foi expulso no primeiro jogo da semifinal contra o Lyon e pegou 2 jogos de gancho e não poderá jogar, apesar de tentar apelar da decisão da Uefa. A equipe alemã é bastante aguerrida e vai dar trabalho à Inter de Milão.

Por outro lado, a Inter de Milão, comandanda pelo quase galático José Mourinho (pode estar de saída para o Real Madrid), seguiu caminho árduo até chegar à esta decisão. Teve que enfrentar o multicampeão (mas não esse ano) Barcelona duas vezes na fase de grupos, encontrar o poderoso Chelsea nas oitavas de finais e reencontrar o atual campeão da Liga, o Barcelona nas semifinais em uma verdadeira batalha. Essas foram as provas de força que os milaneses tiveram nesta caminhada, que pode ser triunfal. A esperança recai sobre o trio de ataque: o cérebro interista Sneijder, o guerreiro Milito e o matador Eto’o. Porém, o sistema defensivo pode garantir o título da Liga. A zaga sul-americana formada por Júlio Cesar, Maicon, Lúcio, Samuel e Zanetti, anulou o artilheiro da Liga dos Campeões, Messi, e levou a equipe italiana à final.

A decisão da Liga dos Campeões foi ofuscada pela ansiedade de todo o mundo na espera pelo evento futebolístico mais importante do mundo, que é a Copa do Mundo. A ausência de Barcelona, o melhor time da temporada passada e Real Madrid, time que mais investiu e que vai receber a final da Liga em seu estádio Santiago Bernabéu, na final foram surpreendentes e que, de certo modo, não deu um brilhantismo maior à essa finalíssima. Os holandeses Robben e Sneijder querem mostrar todo o talento que o Real desprezou e aos torcedores merengues que não puderem apreciar na medida certa, pelo menos em seu time.

Liga dos Campeões: Barcelona x Inter

Nesta quarta-feira, ocorre no Camp Nou o segundo confronto entre Barcelona e Internazionale de Milão pelas semifinais da Liga dos Campeões. Na primeira partida em Milão, 3 a 1 de virada para os donos da casa. A vantagem dos italianos é boa. Pode perder por até um gol de diferença que estará na final em Madrid. Ou também, pode perder por dois gols de diferença, desde que faça no mínimo dois gols. O time catalão, por sua vez, tem que fazer 2 a 0 para ficar com a vaga. Isto porque fez gol um valioso gol fora de casa. No caso de repetição do placar a favor do time do Barça, pênaltis. O vencedor pega o Bayern de Munique, que bateu o Lyon por 3 a 0 na França e se classificou.

A Inter de Milão vai à Espanha completa. Uma das dúvidas era Sneijder mas treinou sem problemas e o camisa 10 vai para o jogo. Maicon, em trombada com Messi na primeira partida, quebrou os dentes mas já está recuperado e também joga. A Inter tem um legião de brasileiros: Júlio César, Maicon, Lúcio e Thiago Motta.E todos eles devem ser titulares.

O Barcelona tem alguns problemas para a partida. Não poderá contar com Puyol suspenso e Iniesta que está machucado. Milito e Keita são os favoritos a ficar com as respectivas vagas. O argentino Gabriel Milito, por sinal, fará um duelo à parte contra seu irmão Diego Milito, atacante da Inter. Eles já jogaram no mesmo clube, mas quando se enfrentaram na Argentina não foi muito amigável o encontro não. Um outro encontro chama atenção: o sistema defensivo interista (quase todo ele composto por brasileiros) contra Messi. No primeiro confronto, os defensores foram melhores. Mas o argentino quer apagar a má atuação na Itália.

A Internazionale retomou a liderança do Calcio e se mostra muito motivada neste final de temporada, uma vez que está na final da Copa da Itália também. O resultado do primeiro jogo deixa a equipe mais tranquila mas sabe que não pode se acomodar frente ao poderoso time de Xavi, Messi e cia. O Barça fez campanha para a torcida lotar o estádio e apoiar o time catalão o tempo inteiro para fazer pressão no adversário e motivar-se.

O time italiano tem totais condições de desbancar a equipe espanhola, como já fez em Milão, mas não poderá perder a concentração um segundo sequer. O Barça é mortal e não costuma dar chance ao adversário quando ela aparece e isso se mostra mais evidente nos grandes jogos. E o sabor que o Barcelona sentirá em jogar no estádio Santiago Bernabeu de seu maior rival, o Real Madrid, para decidir a Liga dos Campeões, parece ser irresistível.

Liga dos Campeões: Lyon x Bayern

Terminará, nesta terça-feira, a segunda batalha entre franceses e alemãs, para ver quem será o finalista da Liga dos Campeões 2009/10. O Bayern leva vantagem, pois venceu de 1 a 0, gol do holandês Robben.A equipe francesa avança se vencer por dois gols ou mais de vantagem.Já o time de Munique, precisa apenas de um empate ou pode até mesmo perder por um gol de diferença, desde que marque algum gol na casa do adversário.1 a 0 para o Lyon leva a decisão da semifinal para os pênaltis.

O primeiro jogo esteve muito irregular, alternando bons e maus momentos.Os bávaros, atuando em casa, partiram para cima mas não transformaram as oportunidades em gols.O Lyon, por seu vez, ficou encolhido no campo de defesa e saía bem veloz nos contra-ataques, levando perigo ao gol de Butt.Depois a situação do Bayern, que precisava fazer o resultado em seus domínios, ficou um pouco mais complicada com a justa expulsão de Ribéry.No segundo tempo, foi para cima e conseguiu a vantagem, graças à jogada individual do excelente Arjen Robben, que depois foi substituído e não gostou.Era o Bayern na frente pela decisão.

Neste segundo jogo, problemas para as duas equipes.O volante Toulalan, que em Munique, jogava improvisado na zaga do time francês, está suspenso pela expulsão no primeiro confronto.Desfalque importante. Pelo lado do time alemão, um dos destaques, estará suspenso também.Como já foi dito é Ribéry.O poderio ofensivo pelo lado esquerdo perde muito com sua ausência. Schweinteiger deve jogar mais por aquele lado.Robben faz a sua parte, e bem, pela direita.Mas precisa sair de lá, assim como cobram de Ronaldinho Gaúcho e de Messi, e participar mais do jogo em outras áreas do campo.O Bayern deve abusar da velocidade do holândes para sair nos contra-ataques.E costuma ser decisivo.

O jogo promete ser bom.Vale vaga na final da Liga dos Campeões contra Barcelona ou Internazionale, que está em vantagem.Lyon já fez história por chegar até a semifinal.Quer mais.Já o Bayern é experiente nesta competição, sendo um dos maiores vencedores do torneio com 4 títulos.É esperar para ver o que vai dar.